Curiosidades

Conheça a curiosa a história do ursinho Teddy

Apesar de existirem vários ursinhos de pelúcia famosos no mundo todo, inclusive, os primeiros protótipos, considere que nenhum é tão famoso como o Teddy. A história dele é tão curiosa e incrível que ele até ganhou um filme próprio, que chegou no Brasil em 2012.

Em uma animação, chamada “As aventuras de Paddington”, ele também aparece, sendo que o público-alvo são as crianças. Mas, será que essas histórias narradas em cenas contam a verdadeira história do ursinho Teddy? Tem muita coisa que você ainda não sabe sobre ele.

Conheça a curiosa a história do ursinho Teddy
Foto: (reprodução/internet)

Para saber tudo sobre ele, leia:

  • A história dos ursos de pelúcia;
  • O Bear 55PB;
  • O ursinho Teddy;
  • Os Nounours des Gobelins;
  • Quanto custa um ursinho Teddy.

A história dos ursos de pelúcia

Margarete Steiff foi a primeira mulher a criar um urso de pelúcia. No entanto, até que se chegasse nesse ponto, considere que o caminho foi longo. Na Alemanha de 1880, a Margarete abriu uma loja de roupas. O problema é que ela era uma pessoa especial.

Conheça a curiosa a história do ursinho Teddy
Foto: (reprodução/internet)

Como assim? A gente explica. Margarete apresentou quadro de poliomielite na infância e isso a deixou em uma cadeira de rodas. Passou a ter muitas dores no braço direito, mas mesmo assim se tornou uma costureira famosa. Trabalhou com isso por muitos anos.

Naqueles anos, a tendência da moeda era saias volumosas, feitas com feltros. Assim, Margarete se tornou referência com o seu negócio. O que ela não esperava é que teve a ideia de fazer um elefante de feltro para costurar. Ele era todo recheado de lã de carneiro.

O elefante de feltro

Dessa forma, já dá para imaginar que esse elefantinho se tornaria o futuro Teddy, correto? É mais ou menos isso. Isso porque a própria costureira chegou a dizer que havia criado um padrão para fazer elefantes de brinquedo e com recheios fofinhos.

“Agora, eu posso fazer isso como presentes para as crianças das famílias. Experimentei vários tamanhos até que desse certo”. O resultado é que ela percebeu que além de servir como presentes para crianças, os animais também podiam ser moldados de forma diferente.

A loja de roupas se tornou uma fábrica de brinquedos de pelúcia. Em 1889, portanto, nascia a Felt Toy Factory ou, no bom português, Fábrica de Brinquedos de Feltro. Um pouco mais tarde, o sobrinho da Margarete teve a ideia de criar o ursinho com articulação nos braços e pernas.

O Bear 55PB

Então, a gente chega em 1902 com o Richard Steiff, o sobrinho da Margarete. O projeto dele ficou conhecido como Bear 55PB e mais tarde, a gente teria o primeiro ursinho de pelúcia do mundo. Toda coleção foi enviada para um showroom em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Conheça a curiosa a história do ursinho Teddy
Foto: (reprodução/internet)

No mesmo ano, a coleção foi para uma feira de Leipzig. O resultado foi que o norte-americano comprou 3 mil ursos de pelúcia. E um ano após o lançamento do projeto, havia uma soma com mais de 1 milhão de ursos vendidos apenas nos Estados Unidos.

Foi nesse meio tempo, durante as vendas em solo norte-americano, que o ursinho ganhou o nome mais conhecido, de Teddy. E há motivos para isso. Será que você conhece? Por que será o que o ursinho começou a ser chamado de Teddy, hein?

O ursinho Teddy

O nome veio de uma homenagem que foi feita ao presidente Theodore Teddy Roosevelt, lá em 1906. Agora, aqui temos um dos fatos mais curiosos sobre o Teddy. O que será que explica essa homenagem ao presidente dos Estados Unidos?

A verdade é que essa história é bem antiga e até hoje ninguém conseguem comprovar de fato. Mas, o que conta é que o Roosevelt, durante uma caçada, encontrou um urso ferido e que estava encurralado na mata. O que o presidente fez?

Em um primeiro momento, ele optou por poupar a vida do animal selvagem. O seu ato de amor e compaixão viralizou em todo o país. Dessa forma, como o presidente tinha apelido de Teddy, o urso começou a ser chamado de Teddy também. 

O feito de Roosevelt no jornal

Com certeza, foi o Washington Post que ajudou nessa disseminação da história do Roosevelt. Isso porque um cartunista desse jornal, chamado Clifford Berryman, publicou uma tirinha na primeira página do jornal um dia após o feito do presidente na mata.

Conheça a curiosa a história do ursinho Teddy
Foto: (reprodução/internet)

Assim, o jornal publicou um desenho que tinha Roosevelt e o urso, fato que aconteceu durante a caçada. Embaixo do desenho, o cartunista escreveu: “desenhando a linha no Mississipi”. Isso era uma referência ao território que o presidente queria resolver naquela época.

O cartoon atraiu a atenção do dono de uma loja no bairro do Brooklyn, em Nova Iorque. O nome dele era Morris Michtom. Morris colocou na vitrine da sua loja dois ursos de feltro, que foram feitos pela mulher e tinham botões de sapatos no lugar dos olhos. Era o Teddy’s Bear.

Outro desfecho para a história do ursinho Teddy

Até aqui, você pode estar pensando que as histórias se complementam. Certo? Porém, a partir daqui ela vai chegar a resultados diferentes. Nesse caso, a loja do Morris se tornou tão popular que decidiu investir cada vez mais, criando a “Ideal Novelty and Toy Corporation”. 

Era ela que produzia os ursos de pelúcia com o nome de Teddy Bear. Atualmente, muita gente reconhece essa história da fabricante de brinquedos de Morris. Lembrando que mais tarde mudaria o nome para Ideal Toy Company e depois foi vendida para CBS Toy Company.

O Teddy Ruxpin

A partir de toda a fama do ursinho Teddy, novas criações passaram a ser feitas. Um bom exemplo vem do Teddy Ruxpin, um urso de pelúcia falante que teve a assinatura da Tectoy. Ele foi importante em uma geração de crianças.

Conheça a curiosa a história do ursinho Teddy
Foto: (reprodução/internet)

No Brasil, chegou com o título de “o primeiro urso que fala de verdade”. E tinha mais: ele movimentava os olhos, tinha trilhas sonoras programadas, era feito em pelúcia especial e para crianças a partir de 3 anos, além de adultos.

O curioso desse fato é que a TecToy estava investindo muito em eletrônicos. Por exemplo, havia tido lançamentos famosos com a Pistola Zillion e o Pense Bem. Mas, o Teddy da TecToy contava histórias e músicas, o que era um diferencial e tanto para a época.

As aventuras de Teddy Ruxpin

Obviamente, esse sucesso também chegou em outros mercados. Logo, saiu na TV o programa “As Aventuras de Teddy Ruxpin”. Logo, aqui no Brasil, quem ficou responsável pela transmissão foi a TV Globo, já no começo dos anos de 1990.

Assim, o Teddy e os amigos dele viajavam em um Barco Balão. O fiel escudeiro dele era uma Centopeia, a Grubby, que também era um boneco falante. Assim, a criação desse Teddy ficou conhecida pelo inventor Ken Forsse, que até aqui não foi citado.

Para quem gosta de fatos curiosos, saiba que no Brasil, a voz do Teddy Ruxpin era do Selton Mello, um ator e dublador muito famoso aqui. O urso Teddy Ruxpin tinha um livro de história e uma fita com músicas. Ao todo, mais de 40 enredos diferentes para o público infantil. 

Os Nounours des Gobelins

Outra versão do urso Teddy fica em Paris, na França. A tradução para Nounours des Gobelins é essa mesmo que você está pensando: ursos de pelúcia. Nesse caso, porém, saiba que eles são encontrados na Rive Gauche, às margens do Rio Sena.

Conheça a curiosa a história do ursinho Teddy
Foto: (reprodução/internet)

O surgimento deles pode ter vindo de um dono de livraria. Certo dia, ele resolveu espalhar os ursos nos arredores de sua loja para trazer mais alegria aos dias cinzentos comuns na capital francesa. E eles não passaram despercebidos porque eram grandes (1,40 metros e 5 quilos).

Se no começo não pareceu uma jogada de marketing nada convencional, saiba que mais tarde o lojista realmente afirmou que era uma forma de atrair pessoas do bairro. Em poucos dias, já havia ao menos duas centenas desses ursos.

Os ursos de pelúcia de Paris

O que nos vale a pena contar aqui é que esses ursos mudaram toda a dinâmica da cidade. A partir deles, alguns casamentos foram feitos na rua só para ter esse cenário de ursos. Hoje, a pessoa pode até alugar um urso como esse por 48 horas, sabia?

Assim, algumas pessoas alugam para ter um acompanhante no café, por exemplo. Além disso, é possível ver ursos gigantes andando de moto (no lugar do passageiro), além de outros que andam no carro, com cinto de segurança e tudo.

Quanto custa um ursinho Teddy

Para fechar esse conteúdo cheio de curiosidades sobre o ursinho Teddy, vamos falar do preço dele. Será que é muito caro ou dá para comprar? A verdade é que hoje em dia vários ursinhos de pelúcia recebem o nome de Teddy. Isso confunde porque não dá para saber sobre a originalidade dele.

Só para se ter uma ideia, a Chicco, que é uma marca infantil muito conhecida, tem o seu próprio Teddy, o Ursinho das Emoções. Assim, é um animal de pelúcia interativo que guia as crianças na descoberta das emoções. Ele ensina números, letras e emoções. Na internet, está à venda por pouco mais de R$ 240, fora o frete.